Produtos encontrados: 177 Resultado da Pesquisa por: em 456 ms

      Itens por página:

      Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

      Produtos encontrados: 177 Resultado da Pesquisa por: em 456 ms

      Itens por página:

      Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

      Brincos de diamante, uma joia para sempre

      Brincos de diamante são uma excelente opção de presente, são joias eternas e de extrema beleza. Marilyn Monroe já dizia que diamantes são os melhores amigos de uma garota. No portal JoiasGold, sua joalheria on-line, você encontra inúmeros modelos de brincos de diamante, todos confeccionados em ouro 18 quilates, com garantia de procedência e o melhor preço do mercado.

      Possuímos vários modelos em formatos diferentes e modernos como argola, bola, gota, chuveiro, coração, entre outros, com diferentes tamanhos e tipos de acabamentos. Há também modelos que combinam diamantes com pedras preciosas, confeccionados tanto em ouro amarelo, como em ouro branco e rosê, para quem deseja uma peça diferente, com estilo e glamour.

      Escolha os seus brincos de diamante agora mesmo no Portal JoiasGold e fique ainda mais bonita!

      Brincos de diamante nunca saem de moda. A pedra é clássica e traz brilho para qualquer produção, valorizando looks dos mais casuais aos mais glamourosos. Sejam brincos com apenas uma pedra de diamante ou modelos em formato “chuveiro”, passando ainda pelos brincos “stud” (palavra em inglês que significa cabeça de prego, ou tacha), que ficam junto ao lóbulo da orelha, parecidos com pequenos botões, a JoiasGold oferece os melhores modelos. Há ainda brincos inspirados em forma da natureza, como pequenos corações, flores, estrelas e animais, e ainda os com formatos geométricos, para agradar a todos os gostos.

      Diamantes e joias: uma breve história

      • Status e poder: Na trajetória da civilização Ocidental, joias e adornos utilizando diamantes sempre tiveram uma conotação de símbolo de status e poder material, e até mesmo espiritual. Aos poucos, as joias em geral passaram a ganhar mais importância artística, com o trabalho de ourives e artesãos cada vez mais elaborados e valorizados. Ao longo do tempo, os diamantes eram tratados ora como pedras principais ora como gemas secundárias, utilizadas ao redor de pedras preciosas como safiras e rubis, ou em detalhes encravados em peças fabricadas em ouro e prata.
      • Exuberância barroca: Joias de diamantes começaram a ser muito requisitadas por membros da nobreza e aristocracia em geral em meados do século XV. O Barroco e o Rococó exigiam peças com muito brilho e luxo, e as técnicas de lapidação foram aprimoradas, especialmente por conta da descoberta de jazidas de diamantes em várias regiões colonizadas na África, Ásia e América do Sul, o que gerou uma maior oferta desse tipo de gema, mesmo que continuasse extremamente valorizada.
      • Linhas geométricas: As joias rebuscadas do período anterior deram lugar a peças mais simples e de linhas mais geométricas do período neoclássico, inspirado na arte e na cultura greco-romana. Os diamantes continuaram fazendo sucesso, mas sem excesso, em peças que valorizavam o brilho e a transparência. Na virada do século XIX para o XX, tendências como a Art Nouveau criou joias inspiradas nas formas sinuosas da natureza, com linhas mais orgânicas e diamantes servindo como adornos para outras pedras preciosas mais coloridas.
      • Brilho e glamour: Com a especialização e evolução do mercado joalheiro mundial, são criadas coleções para o dia ou para a noite, quando a luz produzida pelos primeiros candelabros e depois pela luz elétrica, refletiam nas pedras, dando aos diamantes mais vida e mais brilho. Diferentes efeitos eram causados por conta de técnicas de lapidação, como a que cria brilhantes, que otimiza o reflexo de brilho e evidencia a luminosidade da peça. Aos poucos, o design das joias começou também a ser tão valorizado quanto o brilho por elas proporcionado. Mas o luxo do diamante permaneceu intocado, e sua beleza, eterna.

      Curiosidade: Como os diamantes são lapidados?

      O processo de lapidação aperfeiçoa a forma do diamante e também serve para polir a pedra. A técnica é artesanal e, quanto melhor for a lapidação, maior o valor da joia. O profissional, chamado de lapidário, possui anos de experiência, sendo uma atividade altamente especializada. Existem duas maneiras de cortar o diamante bruto. O método mais comum é a clivagem, baseada em golpes rápidos, ou por meio da serragem, processo mais longo, no qual se utiliza uma serra elétrica giratória.

      É possível também realizar a lapidação por serragem com laser, método mais moderno, com resultados satisfatórios. Após realizar o corte, é preciso fazer o bloqueamento, mediante a raspagem do diamante até se chegar ao formato desejado. Na etapa do abrilhantamento, criam-se os “brilhantes”, em que são criadas as facetas da pedra.